A Troca de Experiências


Olá, Me chamo Juan Cebrian sou Psicoterapeuta Psicanalista Especialista no Tratamento da Dependência Química, Gestor de Clínicas e Comunidades Terapêuticas, Especialista em Gestão e Prevenção de Riscos em Ambientes de Tratamento de Dependentes de Álcool e Drogas.


Ontem tive a imensa satisfação de conversar com o Terapeuta, Especialista Master em Hipnose Clínica e PNL Henrique Ruiz.


Em nossa conversa percebemos o quanto a introdução da psicanálise, hipnose junto com a PNL pode ser fundamental na introdução das metodologia de tratamento para dependentes químicos e alcoolistas.


Estamos melhorando o tratamento de forma a termos resultados efetivos na recuperação de vidas.

Através da Psicanálise podemos investigar e encontrar o trauma na sua raiz, que leva o indivíduo voltar ao uso da substância e com a PNL ressignificamos esse trauma que antes insistia em voltar através do sintoma que até então era o uso de substância.

De maneira nenhuma estou descartando as metodologias tradicionais como o Daytop e Minnesota!

Estou propondo evolui-las acrescentando novas ferramentas as quais atingem níveis mentais quase que inacessíveis de outro modo.

As metodologias tradicionais atingem no máximo o pré-consciente, trabalhando o comportamento através da repetição o que é fundamental porem funciona apenas a curto e médio prazo e com uma porcentagem muito pequena de resultados positivos e efetivos.

Nunca se questionou porque o tratamento funciona apenas para uma pequena parte desse imenso grupo de pessoas que carregam o elemento X em seu DNA?

Já se perguntou porque só uma pequena minoria de Adictos conseguem atingir a sobriedade?

Minha teoria cientifica dentro da vivencia clínica é que os tratamentos apenas atingem o consciente e pré-consciente do ser humano. Os tratamentos tradicionais tendem em tratar o grupo e acabam deixando muito do individuo sem atenção. Cada ser humano é diferente uns dos outros e isso deve ser notado. Um não é igual ao outro e por isso os traumas, sentimentos, valores, história de vida não são iguais. O que funciona com um muito pouco provável ira funcionar com o outro.

Introduzindo a Analise Analítica e a Programação Neuro Linguística podemos continuar o tratamento comportamental e ainda tratar a raiz do trauma que levava o individuo voltar ao uso. A clínica de tratamento se torna boa quando apresenta resultados na vida das pessoas a curto, médio e longo prazo. Clínica de tratamento que tem lista de clientes recorrentes não apresenta resultados em seu método.